O Água e Luz é um movimento artístico, social e ecológico, que visa a expressão artística, a vida em comunidade e a reconexão com a natureza. Para tal, os profissionais envolvidos realizam retiros, oficinas e formações em diversas áreas, tais como musicais, áudio-visuais e corporais, dentre outros.

 

Nos abre uma porta de enormes possibilidades, um movimento que liberta desse jugo de destruição e consumismo de uma vida superficial. A natureza nos mostra que o sucesso individual é ilusório, porque somos seres sociáveis; toda criação é uma rede de interdependência.

O vídeo que segue é um poema-visual-narrativo da paisagem de uma janela no interior de Minas Gerais. Dessa janela, a contemplação revelou uma entidade, um guardião, um espírito ancestral que guarda a paisagem da janela, o vale.

Esse poema marca o início de um ciclo maior de arte e cura.

O projeto (3).png

Créditos Vídeo:

Edição: Vitor Faria

Trilha: Do Moinho à África (João Mendes Rio) - Álbum “Encontro das Águas“ (João Mendes Rio, Renato Tupy, Alê Vilhena e Thomaz Ayê)

Trilha final: Voz da Mata (André Luis e Felipe Bedetti) (Toante Kiriri) - Álbum “Canção Atual” (André Luis)

Música incidental e dança: Grupo Sabuká- Kariri Xocó

Foto final: Débora Arau!

 

Colaboradores:

Clara Cascão, Co-essencial, Madhava despertai, Daniel Tamietti, André Luís, Jonas Lima.

#movimentoáguaeluz

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Spotify ícone social

Fotos: coletivo Movimento Água e Luz

Em breve mais informações.